O Acidente Vascular Cerebral (AVC) – conhecido popularmente como “derrame cerebral” – pode ser dividido em dois tipos:

Acidente Vascular Cerebral Isquêmico (AVCI)

O mais comum, é causado pela falta de sangue em determinada área do cérebro, decorrente da obstrução de uma artéria.

Acidente Vascular Cerebral Hemorrágico (AVCH)

É causado por sangramento devido ao rompimento de um vaso sanguíneo.

O primeiro contém 80% dos pacientes. Em ambos tipos de AVC o sangue não chega a determinadas áreas do cérebro, levando a lesão definitiva naquela área.

O AVC atinge pessoas de todas as idades, sendo raro na infância. Deve ser considerado como um ataque cerebral, pois é a causa mais frequente de morte e incapacidades na população adulta brasileira.

Os sintomas de um AVC são dificuldade de andar, falar ou de discernimento, bem como paralisia ou adormecimento do rosto, braço ou perna.

Desde 2001, no Instituto de Neurologia de Goiânia, funciona a unidade de tratamento AVC-URGENTE que faz o tratamento de urgência desses doentes, contando com uma equipe multidisciplinar.

A identificação rápida dos sintomas é muito importante para o diagnóstico e o tratamento adequado, além de redução de incapacidades.

Dirija-se imediatamente a um serviço hospitalar especializado. Não perca tempo!

Cada minuto é importante, pois quanto mais tempo entre o surgimento dos sintomas e o início do tratamento adequado maior a lesão no cérebro.